Governo lança Projeto Geração Solidária – Vocação

Acessar fotos
22/06/2022

A procura pela qualificação profissional, a autossustentabilidade e o estímulo à vocação que cada trabalhador e trabalhadora maranhense tem para buscar renda para sustentar sua família estão na origem e objetivo de criação do Projeto Geração Solidária – Vocação, lançado nesta terça-feira (21), pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho e da Economia Solidária do Maranhão (SETRES).

O projeto está sendo implantado pela  SETRES, por meio do Centro de Iniciação ao Trabalho – CIT, que fica localizado dentro do maior quilombo urbano da América Latina, e deverá contemplar diretamente trabalhadores e trabalhadoras, sobretudo os moradores do entorno do quilombo, que procuram diariamente o Centro para buscar capacitação por meio de oficinas e cursos oferecidos no espaço.

Segundo a secretária da SETRES, Lília Raquel, o projeto vai trabalhar a autoestima dos trabalhadores e estimular a vocação e predestinação buscar a geração de renda. “O Geração Solidária – Vocação vai ser um espaço importante de escuta, onde vamos oferecer qualificação e o Governo poderá atuar junto aos maranhenses por meio de um projeto que trabalha a solidariedade, a sustentabilidade, o associativismo e cooperativismo através da economia solidária”, informa a gestora da Secretaria.

A coordenadora do Centro de Iniciação ao Trabalho, Andreia Meirelles, relata que, em um primeiro momento, o projeto vai ouvir as comunidades em geral para saber as demandas que elas têm para que o Governo possa intervir favorecendo a empreendedorismo das pessoas envolvidas no Geração Solidária – Vocação.

Para o coordenador de Projetos do CIT, Aluizio Torres, o programa vai trazer oportunidades para aqueles que realmente desejam sua autonomia financeira. “A SETRES, através do CIT, vai fomentar e estimular as ações dessa importante iniciativa que vai mudar a vida e a realidade de muitos maranhenses”, destaca.

O desenvolvimento do Projeto Geração Solidária – Vocação também buscará desenvolver parcerias com outros órgãos do estado, como a Secretaria de Estado da Educação que vai ofertar cursos de qualificação para os participantes da iniciativa.